Nenhum de nós é melhor do que nós juntos

Quando uma criança vem ao mundo, uma família tem uma missão: educá-la para que cresça com saúde e possa exercer seu papel no mundo. Espera-se que essa criança torne-se um adulto justo, generoso, sábio e capaz de tomar boas decisões na vida, trazendo aos pais o conforto de terem cumprido bem o seu papel.

Nessa jornada, a família sabe que não estará sozinha: precisará escolher uma escola que contribuirá para essa formação. Nesse local, seu filho ou sua filha, seu bem maior, conviverá com outras pessoas, com outros valores… Aprenderá muito mais do que os conteúdos de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências… Compreenderá como fazer amizades, como se relacionar, como administrar diferentes autoridades em sua vida…

São dois universos aparentemente tão distantes, mas, ao mesmo tempo, tão próximos. Unidos por uma vida: a da criança.

A responsabilidade da formação dessa criança no adulto que queremos para a sociedade é melhor administrada se compartilhada entre essas duas instituições. Se a família entende que apenas a escola deve educar, está fadada a ter uma criança que não valoriza seus estudos, já que as pessoas mais importantes de sua vida não vêm que a escola é um valor em seu lar. Se a escola afasta a família da educação das crianças, formará pessoas que não entendem a importância dos vínculos e da motivação para o seu crescimento.

Escola e família, portanto, precisam se unir verdadeiramente, entendendo que cada uma tem um papel diferente e complementar. Quando uma criança percebe valorização, motivação, engajamento, tolerância e respeito entre sua família e a escola, começa a entender o quanto o estudo pode transformá-la em uma pessoa melhor para o mundo em que vivemos.

Na educação de nossas crianças, temos que unir forças. “Nenhum de nós é melhor do que nós juntos!”

 

Equipe Escola Pinheiro

Adicionar comentário

Não há comentários